Liberdade a custo zero

8 anos ago Helena Castello Branco Comentários desativados em Liberdade a custo zero

Por: Clara Andrade

A Universidade de Taubaté (Unitau) deu os primeiros passos na participação do ensino superior no movimento . No último dia 15, terça-feira, a instituição realizou um evento para estimular o hábito da leitura em homenagem ao Dia do Bibliotecário em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão e Relações Comunitárias (PREX), o Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBI) e o BookCrossing. A temática aborda o aprisionamento de livros e incentiva os leitores a doá-los logo depois de lerem.

O cenário escolhido para a ação foi a Praça Dom Epaminondas, no centro da cidade de Taubaté. Criatividade não faltou para expor a ideia usando uma jaula simbólica repleta de volumes suspensos, com a frase: “Libertem os livros. Livro lido é livro livre”. Durante quatro dias, as pessoas que passaram por lá depararam-se com a cela de livros simbolizando o limite de acesso ao conhecimento quando não dividimos a experiência de uma leitura.

Eles querem ganhar o mundo, só falta você deixar

No dia 15, após uma apresentação de Maracatu na praça, às 12h00, os livros arrecadados e etiquetados foram soltos da jaula e espalhados por diversos locais públicos, como rodoviárias e praças. Logo após, houve uma explicação sobre o Dia do Bibliotecário e a importância do hábito de ler.

O evento contou com a cobertura de dois canais de TV regionais, a Vanguarda (pela Globo) e a TV Aparecida. Com essa divulgação, esperamos que os livros-pássaros estejam ganhando novos caminhos por aí e que nunca parem de alçar novos voos.

Fonte: VNews e Márcia Maria de Moura Ribeiro, Bibliotecária Coordenadora da Unitau.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes