Saiba onde deixar seus livros usados e compartilhar a leitura

8 anos ago Helena Castello Branco Comentários desativados em Saiba onde deixar seus livros usados e compartilhar a leitura

Baseado no conceito “ler, registrar e libertar”, movimento mundial vai ganhar novos postos de troca em São Paulo

Por  Lidiane Aires – 01/08/2011

Época São Paulo

São Paulo tem cinco pontos para troca gratuita de livros

Faça do mundo uma biblioteca.” Esse é o lema do movimento mundial de troca de livros bookcrossing, que propõe deixar um livro usado num local público para que outras pessoas possam ler e repassar, reiniciando o ciclo. Presente em mais de 130 países, o movimento conta com 852 mil membros e 6,2 milhões de livros registrados.

Baseado no conceito “ler, registrar e libertar”, o site Bookcrossing.com foi criado por um programador norte-americano em 2001 e reúne os adeptos da prática, que começou de maneira informal nos Estados Unidos e na Europa. De acordo com Helena Castello Branco, coordenadora do movimento no Brasil, as pessoas acabavam deixando os livros em cafés, bares e praças e, com a disseminação da internet, não demorou muito para que o movimento chegasse ao país. Foram mais 10 anos para que o site ganhasse uma versão em português, o que colaborou para que o movimento crescesse e recebesse novos adeptos. Hoje, são mais de 7 mil membros e 10 pontos de troca no Brasil, sendo 5 em São Paulo. “O Bookcrossing formalizou essa prática. Com ele, é possível anexar um código no livro e rastrear sua trajetória pelo país e o mundo”, diz.

Para participar, o interessado cria um perfil no site e cadastra o livro gratuitamente. Para cada um, é gerado um código de identificação (BCID ou BookCrossing Identification Number, em inglês), que deve ser anotado na contracapa junto com uma mensagem e o endereço do site. Após o registro, o livro pode ser deixado em um dos pontos oficiais de troca ou até mesmo em um espaço público qualquer. Assim, além de avisar quem encontra o livro de que não se trata de um objeto perdido, o registro permite verificar o paradeiro da obra e deixar sua opinião sobre a leitura no site, interagindo com adeptos da prática no mundo todo.

Em 2012, a Universidade Anhembi Morumbi, que possui um ponto de troca no centro de São Paulo, pretende estender o projeto a outros campus. Em pouco mais de um ano, já passaram pela biblioteca mais de 1.000 títulos, entre obras de ficção, romance e biografias, gêneros cuja procura é maior. “Recebemos doações de professores, alunos e pessoas de fora”, diz Roberto Ferreira da Silva, coordenador do programa de incentivo à leitura que apoia o BookCrossing na instituição. Efetuar o registro não é obrigatório, mas auxilia no acompanhamento da trajetória das obras. “Mesmo assim, ficamos felizes só de saber que as pessoas estão lendo mais e compartilhando a leitura”, afirma Helena.

(Foto: Ponto de BookCrossing da Biblioteca da Anhembi, no centro da cidade)

 

Confira os pontos de Bookcrossing em São Paulo:

Biblioteca Anhembi Morumbi – Campus Centro
Rua Dr. Almeida Lima, 1134, 6º andar, Brás, tel: (11) 2790-4527/4528. De segunda à sexta, das 7h30 às 23h. Sábado, das 8h às16h.

Biblioteca Mário de Andrade
Rua da Consolação, 94, tel. 3256-5270. De segunda a sexta, das 9h às 21h. Sábados, das 9h às 18h.

Casa das Rosas
Av. Paulista, 37. tel: (11) 3285-6986 / 3288-9447. Terças e quintas, das 14h às 16h; quartas, das 10h às 12h e das 14h às 16h. Para outros dias e horários, entrar em contato. www.casadasrosas-sp.org.br

Restaurante Central das Artes
Rua Apinagés, 1081, Sumaré, tel: (11) 3865-4165. De segunda a domingo, das 12h às 0h30

Espaço Esotérico Toque de Alma
Rua Fernandes Moreira, 355, Chácara Sto. Antônio, tel: (11) 5181-7236. www.toquedealma.com.br. De segunda à sexta, das 10h às 19h. Sábados, das 10h às 18h.

Leia a matéria original aqui

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes